quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Actividades mentais reduzem risco de perda de memória

Investigadores norte-americanos afirmam que certas actividades como ler, realizar jogos ou utilizar o computador podem reduzir o risco de perda de memória

O estudo envolveu 197 pessoas com idades compreendidas entre os 70 e os 89 anos com problemas cognitivos ligeiros, ou com perda de memória diagnosticada, e 1124 pessoas no mesmo grupo etário sem quaisquer problemas de memória. Ambos os grupos responderam a questões sobre as suas actividades diárias durante o último ano e durante a média idade, quando tinham entre os 50 e os 65 anos.

O estudo descobriu que as pessoas que participaram em actividades sociais e liam revistas durante a média idade tinham uma probabilidade 40% inferior de desenvolver problemas de memória comparativamente aos restantes.

"Este estudo apresenta resultados excitantes pois demonstra que envelhecer não tem que ser um processo passivo. Através da participação em exercícios cognitivos é possível proteger contra a perda de memória futura", afirmou Yonas Geda, autor do estudo.

"Claro que o principal desafio deste tipo de pesquisa é que se baseia em memórias antigas dos participantes, e por isso é necessário confirmar estas descobertas com estudos adicionais", acrescentou o investigador.

Pedro Santos

http://www.upi.com/Health_News/2009/02/18/Mental_activities_reduce_memory_loss_risk/UPI-36951235002324/

Sem comentários: