sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Exame ao pulso pode prever ataque cardíaco em mulheres

Cientistas norte-americanos afirmam que um simples teste ao pulso efectuado numa mulher em repouso pode prever a probabilidade de a mesma vir a sofrer um ataque cardíaco

Os pesquisadores da farmacêutica AstraZeneca analisaram os registos de cerca de 129 mil mulheres que já tinham passado pela menopausa e não tinham histórico de problemas cardíacos.

Segundo os investigadores, aquelas com batimentos cardíacos mais acelerados apresentavam uma probabilidade superior de sofrer um ataque cardíaco comparativamente às mulheres com batimentos mais baixos.
Esta associação foi, no entanto, mais fraca em relação a outras feitas com o consumo de tabaco ou diabetes.

"O batimento cardíaco de uma pessoa muda de minuto a minuto em resposta a actividades e emoções, então as pessoas não devem supor que, se seu batimento cardíaco é elevado num momento particular, elas correm o risco de sofrer um ataque cardíaco", afirmou o professor Peter Weissberg, director médico da organização britânica British Heart Foundation.

Estudos anteriores já haviam demonstrado que batimentos cardíacos poderiam prever problemas coronários nos homens, sendo que os investigadores acreditam que o novo estudo pode vir a ter um grande significado clínico.

Pedro Santos

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/02/090204_pulsomulherataquefn_tc2.shtml

Sem comentários: