sábado, 28 de março de 2009

Criar embrião único é melhor estratégia para tratar infertilidade

Estudo afirma que a taxa de sucesso e custos da fertilização in vitro são os mais favoráveis, sendo que os riscos para a mãe e para o bebé também são menores

A teoria surge do resultado de um estudo finlandês que procurou avaliar os aspectos económicos e de saúde de diversos métodos de fertilização existentes, procurando esclarecer se seria mais eficiente implantar vários embriões ou apenas um quando se faz o tratamento de fertilização.

O estudo finlandês acompanhou durante mais de 10 anos o trabalho desenvolvido pelo instituto de fertilização da Universidade de Oulu, na Finlândia, tendo sido tratadas mais de 1500 mulheres com menos de 40 anos entre 1995 e 2004.

De acordo com os cientistas, com os embriões únicos implantados a taxa de sucesso era superior à implantação de dois embriões em mulheres com idade inferior a 40 anos.
O custo do procedimento é também ele mais reduzido (em 5%), resultando em 20 mil euros por bebé, nascido após 37 semanas, menos do que a implantação dupla.

Pedro Santos

http://saude.sapo.pt/artigos/noticias_actualidade/ver.html?id=986680

Sem comentários: