quarta-feira, 18 de março de 2009

Diabetes podem acelerar declínio da doença de Alzheimer

Segundo investigadores norte-americanos, os pacientes com Alzheimer que têm diabetes e níveis elevados de colesterol experienciam um declínio cognitivo mais rápido.

"Estas descobertas indicam que controlar as condições vasculares pode ser uma forma de atrasar o curso da doença de Alzheimer, o que seria um grande desenvolvimento em termos de tratamentos desta doença tão devastadora, visto que existem actualmente poucos tratamentos disponíveis que conseguem reduzir o progresso da doença", afirmou Yaakov Stern, autor do estudo.

"Prevenir doenças coronárias, enfartes ou diabetes, ou mesmo garantir que estas condições estão bem controladas em pacientes onde as mesmas lhes foram diagnosticadas pode diminuir o progresso da doença de Alzheimer", acrescentou o investigador.

O estudo descobriu que um historial de diabetes e elevados níveis de colesterol estava associado a um declínio cognitivo mais acelerado.

A equipa de investigadores teoriza que a ligação entre os factores de risco vasculares e o declínio cognitivo em pacientes com Alzheimer pode acontecer devido à possibilidade das doenças vasculares activarem a inflamação no cérebro, e por consequência activando a produção da amilóide e a formação de emaranhados neurofibilares, considerados como sendo a causa primária da doença de Alzheimer.

Pedro Santos

http://www.upi.com/Health_News/2009/03/17/Diabetes_may_hasten_Alzheimers_decline/UPI-71151237336279/

Sem comentários: