terça-feira, 24 de março de 2009

Osteoporose pode aumentar o risco de vertigens

Investigadores coreanos acreditam que as pessoas com osteoporose têm uma probabilidade maior de ter vertigens comparativamente a pessoas com densidade dos ossos normal

As vertigens são um distúrbio no ouvido interno que provoca tonturas, podendo causar náuseas, vómitos, ilusão de movimento, entre outros. Acredita-se que pode ser provocada devido aos depósitos de resíduos de cálcio em um dos canais semicirculares no ouvido interno (locais que detectam a postura).

Os investigadores compararam 209 pessoas com vertigens sem causa aparente, tais como cirurgia no ouvido ou traumatismos na cabeça, e 202 pessoas com historial de tonturas. Comparativamente aos participantes com estrutura nos ossos normal, aqueles com osteoporose tinham uma probabilidade três vezes maior de terem vertigens.

Entre as mulheres, 25% daquelas que tinham vertigens sofriam de osteoporose, comparativamente a 9% sem vertigens, enquanto nos homens havia 12% com vertigens e osteoporose, comparativamente a 6% sem vertigens.

"Estas descobertas sugerem um problema no metabolismo do cálcio das pessoas com vertigens", afirmou Ji Soo Kim, um dos investigadores.
"As mulheres costumam apresentar os primeiros sinais de vertigens aos 50 anos, quando têm uma quebra na massa óssea devido à falta de estrogénio, uma das principais hormonas que influenciam o metabolismo ósseo e o cálcio", acrescentou o investigador.

Pedro Santos

http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/news/fullstory_82017.html

Sem comentários: