quinta-feira, 5 de março de 2009

Vinho tinto ajuda a prevenir cancro do esófago

Investigadores norte-americanos afirmam que o consumo moderado de vinho tinto, correspondente a um ou dois copos por dia, pode prevenir lesões que precedem os tumores.

A revelação foi feita por cientistas da Califórnia, Estados Unidos, que ao estudar a relação entre o consumo de álcool e o adenocarcinoma de esófago descobriram que as pessoas que bebem um ou dois copos de vinho tinto por dia apresentavam uma redução do risco de 56% da ocorrência de uma lesão pré-cancerígena, chamada de esófago de Barret.

Essa lesão surge quando a parede da região entre o estômago e o esófago sofre alterações celulares devido a contacto constante com o suco gástrico, sendo que esta alteração ocorre em cerca de 5% da população, e aumenta entre 30 e 40 vezes a probabilidade de desenvolvimento do cancro do esófago.

No decorrer do estudo foram acompanhados mais de mil adultos durante dois anos, período no qual foram comparados o consumo de álcool, o tipo de bebida e factores corporais e o aparecimento das lesões esofágicas.

Não foi constatada uma relação entre o consumo de álcool e o aumento do risco de alterações do esófago, sendo que no caso do vinho tinto o efeito foi mesmo directamente o oposto.
Os investigadores acreditam que as propriedades antioxidantes do vinho tinto possam contrabalançar os efeitos prejudiciais do ácido na parede do esófago.

Pedro Santos

http://saude.sapo.pt/artigos/noticias_actualidade/ver.html?id=982734

Sem comentários: