quinta-feira, 26 de março de 2009

Vitamina D reduz risco de fracturas

Investigadores suíços afirmam que doses maiores de vitamina D tomadas diariamente podem reduzir o risco de fracturas em pessoas idosas

A análise de várias pesquisas revelou que o consumo de vitamina D diariamente reduzia fracturas não vertebrais em 20%, e fracturas da anca em 18%.
A equipa de investigadores analisou 12 estudos clínicos de suplementos de vitamina D entre adultos com idade a partir dos 65 anos.

"Doses elevadas de vitamina D devem ser exploradas em pesquisas futuras de forma a optimizar uma eficácia anti-fracturas", afirmaram os autores do estudo em comunicado. "Os nossos resultados não apoiam doses reduzidas de vitamina D com ou sem cálcio na prevenção de fracturas entre os indivíduos mais velhos", acrescenta ainda o comunicado.

A vitamina D é uma vitamina lipossolúvel vital para a absorção do cálcio e para a formação de ossos fortes, saudáveis e resistentes a fracturas, sendo um componente essencial do tratamento da osteoporose.

Estima-se que cerca de 80% da quantidade necessária de vitamina D no organismo humano provenha da exposição solar porque quando exposta aos raios ultravioleta, a pele sintetiza esta vitamina, que é depois armazenada na gordura corporal.

No entanto, a quantidade de vitamina D que se produz por exposição solar varia consoante o tipo de pele, sendo menor nas peles morenas, com o tempo de exposição, com a ocasião do dia, a estação do ano, a localização geográfica, o uso de protectores solares, a poluição, entre outros.

Pedro Santos

http://www.upi.com/Health_News/2009/03/25/More_vitamin_D_less_bone_fracture_risk/UPI-24501238029778/

http://medicosdeportugal.saude.sapo.pt/action/2/cnt_id/948/

Sem comentários: